14 de dezembro de 2014

Sei que filmes viste a semana passada... #23

Ai que esta rubrica está há tanto tempo parada (como todo o blog, mas adiante...). Hoje em jeito de actualização vou falar dos filmes que vi ao ar livre em Agosto na Fábrica da Pólvora de Barcarena (ou tentar, que isto quatro meses (já?!) depois a memória não é de fiar).

Parece que este ano grande parte dos filmes escolhidos para figurar na mostra de cinema na Fábrica da Pólvora foram filmes franceses e se eu andei durante alguns anos de costas voltadas para o cinema francês a verdade é que tenho conhecido tantos filmes franceses tão bons que a minha opinião sobre os mesmos está totalmente diferente. 

The Intouchables
Sabem quando há aqueles filmes bons, mesmo bons, mas assim mesmo bons que te fazem sair de casa só para o voltar a ver? É este filme. 
E se já tinha gostado tanto dele como se pode ver aqui, posso dizer que nesta segunda vez (como não podia deixar de ser) arrebatou-me tal como da primeira vez.










Astérix & Obélix: Ao Serviço de sua Majestade
Há alguém que consiga não ser fã dos filmes do Astérix e Obélix? Eu sei que não. Este filme como todos desta dupla de gauleses é fenomenal e faz-nos dar gargalhada atrás de gargalhada.
Desta vez o principal inimigo não são os romanos mas os bárbaros dos países nórdicos que tentam conquistar a Bretanha.
O que mais gostei neste filme foi a forma como caracterizaram os Bretões, sempre muito cavalheiros, calmos e... A beber água quente! Sim, só água quente, pois é neste filme que nasce o chá.





Le Petit Nicolas
O que eu gostei deste filme e que agradável surpresa que foi! Não conhecia nada sobre o filme mas fiquei rendida assim que vi o trailer numa outra noite em que fui ver os outros filmes.
Quanto ao filme, é sabido que as crianças são o melhor deste mundo certo? Ou talvez não, ou melhor, dão imenso trabalho quando se põem a imaginar coisas. E que imaginação, senhores!
O pequeno Nicolas pensa que vai ter um irmão e que os pais o vão deixa, está assim lançado o melhor filme de comédia que vi este verão. Vejam o filme, mesmo!




Já conhecia o festival de música Sete Sóis Sete Luas (a bonita referência ao Memorial do Convento de Saramago) que realiza-se todos os anos na Fábrica da Pólvora de Barcarena, mas este foi o primeiro ano que tive conhecimento do cinema ao ar livre. 

Para o ano já conheço três mostras de cinema ao ar livre, o Cineconchas na Quinta das Conchas (onde fui o ano passado), na Fábrica da Pólvora e no Jardim da Estrela em Lisboa. Se souberem de mais locais para ver cinema ao ar livre é avisar! Ah e não se esqueçam de deixar uma manta polar guardada para o Verão, que isto há noites de Verão mais frias que certos dias de Inverno.

Um comentário:

  1. Adorei os Amigos improváveis, vi no cinema já vi e revi em casa:)

    ResponderExcluir